Novidades do setor de energia

Homem escrevendo no computador

Como fazer um orçamento anual da empresa? Veja dicas

Planejar o orçamento anual da empresa é uma etapa fundamental para garantir a saúde do negócio e tomar decisões mais assertivas no próximo ano. Normalmente, isso é feito no final do ano, de modo que é possível analisar os dados anteriores e usá-los como referência durante o planejamento do orçamento empresarial.

Porém, qual é o melhor caminho a seguir e como fazer isso para a empresa crescer? Te ajudaremos com essas informações ao longo deste artigo.

Continue lendo!

O que é orçamento anual de uma empresa?

O orçamento anual da empresa é um “mapa” de todas as receitas e gastos de uma companhia ao longo de um ano inteiro. O documento pode ser feito de inúmeras formas, por isso é essencial que ele esteja alinhado à estratégia e às metas do negócio.

Uma possibilidade é separar o orçamento em trimestres, por exemplo, para analisar com mais profundidade como será o fluxo do caixa da instituição em períodos específicos. Afinal, é natural que as despesas e entradas de dinheiro oscilem ao longo de um ano.

Inclusive, esse é um dos pontos que mostra a importância de uma empresa ter um planejamento financeiro anual. Explicaremos isso em mais detalhes a seguir.

Qual a importância de fazer um planejamento financeiro anual?

O orçamento anual da empresa traz uma série de benefícios para a companhia, sendo alguns deles:

  • visão 360º sobre a saúde financeira do negócio;
  • maior controle das receitas e despesas;
  • definição de melhores estratégias para otimizar ganhos e reduzir gastos;
  • metas mais alinhadas ao que a empresa realmente pode alcançar.

Visão 360º sobre a saúde financeira do negócio

Ao longo do ano, diversos fatores podem influenciar o fluxo financeiro de uma empresa, de modo que decisões precisam ser tomadas “abruptamente” para manter o caixa positivo. 

Entretanto, caso não haja uma visão holística de todo o cenário das finanças do negócio, alguns caminhos podem levar a uma bola de neve de problemas, um cenário mais difícil de reverter. Assim, com o orçamento anual é possível antever o que acontecerá nos próximos meses e analisar o todo, e não apenas períodos específicos.

Maior controle das receitas e despesas

Uma empresa que não tem clareza como o dinheiro está entrando e como ele está saindo pode estar fadada ao fracasso. Desse modo, o planejamento financeiro empresarial anual permite manter controle total sobre as receitas e despesas da instituição, desde que seja atualizado constantemente. 

Inclusive, esse é um ponto crucial: é preciso ir além do planejamento e de fato utilizá-lo e acompanhá-lo ao longo do ano. Caso contrário, o esforço para construir tal orçamento terá sido em vão, não é mesmo? 

Leia também: Gestão de fornecedores: entenda a importância e como fazer

Definição de melhores estratégias para otimizar ganhos e reduzir gastos

Outro benefício do orçamento anual da empresa é a possibilidade de definir melhores planos de ação para gerar mais receitas e diminuir as despesas. Isso é possível por conta da visão sobre as entradas de dinheiro e os gargalos de gastos. 

Com o planejamento financeiro em mãos, as estratégias definidas têm mais embasamento e, por consequência, tendem a ter mais sucesso quando colocadas em prática.

Metas mais alinhadas ao que a empresa realmente pode alcançar

Um dos grandes desafios das empresas é definir metas que sejam desafiadoras o suficiente, mas também factíveis. E mais: elas devem estar alinhadas ao que o negócio necessita para manter suas operações e ainda gerar lucro mês a mês.

Desse modo, o orçamento anual pode fazer muita diferença, visto que é um “raio X” do cenário financeiro da instituição e mostra quais são os valores reais que precisam ser alcançados para o negócio ficar no azul e sobrar dinheiro para fazê-lo crescer.

Quando e como fazer o orçamento anual da empresa?

O momento mais recomendável para fazer o planejamento e orçamento empresarial é no final do ano anterior. Nessa época do ano, já é possível coletar dados sobre o período que passou e definir os próximos passos para o ano seguinte. 

Além disso, vale ter em mente que o ideal é já ter um plano pronto em janeiro, justamente para começar o ano com os números devidamente traçados. Empresas que deixam para fazer o planejamento apenas no ano seguinte tendem a ficar “atrasadas” e trabalhar às cegas durante o primeiro trimestre.

E como fazer um orçamento anual de uma empresa? Tenha em mente os benefícios mostrados no tópico anterior, assim como as dicas abaixo:

  • faça uma análise crítica do negócio;
  • liste todas as possibilidades de entrada de dinheiro e gastos previstos;
  • separe o documento por períodos e áreas;
  • revise o planejamento periodicamente. 

Explicaremos cada um dos pontos a seguir.

Faça uma análise crítica do negócio

O primeiro passo do orçamento anual da empresa é fazer um diagnóstico e analisar criticamente os números anteriores. O último ano é importante, mas vale também entender o panorama dos três a cinco anos passados. 

Essa etapa te dará mais clareza sobre qual é a realidade da sua empresa, quais são os caminhos possíveis para alcançar melhores resultados e o que ainda precisa melhorar.

Liste todas as possibilidades de entrada de dinheiro e gastos previstos

Dedique um tempo a mais para essa listagem, pois, quanto mais completo o planejamento, mais fácil será definir planos de ação para o negócio. Então, liste como sua empresa ganha dinheiro, investimentos, despesas fixas e variáveis, empréstimos, enfim, absolutamente tudo que afeta o caixa.

Aproveite e confira 7 ideias de redução de custos na indústria.

Separe o documento por períodos e áreas

Um orçamento anual de uma empresa pode se tornar um documento complexo, dependendo do tamanho da companhia. Por isso, vale segmentar o planejamento em períodos (como bimestres ou trimestres) e também por áreas. 

Isso permitirá atribuir responsáveis por determinados indicadores, bem como analisar e comparar números em intervalos específicos (por exemplo, 1º trimestre de 2021 vs. 1º trimestre de 2020). 

Revise o planejamento periodicamente

Ter um planejamento financeiro empresarial feito não significa que ele se manterá fixo ao longo do ano seguinte. É necessário que revisões sejam feitas com recorrência para readequar os números à realidade vigente

Uma dica é fazer as atualizações mantendo os números originais como referência, pois assim é possível comparar o que mudou em relação ao planejamento inicial.

Quer ir além e reduzir os gastos com a conta de luz?

Ao fazer o orçamento anual da empresa, você verá que os gastos com energia elétrica representam uma parcela significativa das despesas. Por isso, vale considerar alternativas para reduzir esse custo, como migrar para o Mercado Livre de Energia.

Nele é possível alcançar até 35% de economia, assim como há uma maior previsibilidade orçamentária, pois os valores negociados são válidos ao longo de todo o período de contratação, assim como não há a incidência das bandeiras tarifárias.

Confira no vídeo abaixo quais são as vantagens e desvantagens do Mercado Livre de Energia:

Aproveite e baixe agora mesmo nosso e-book gratuito sobre como aumentar o seu saving em compras e o que fazer para aplicar essa estratégia na sua empresa:

Saiba tudo sobre o Mercado Livre de Energia