Novidades do setor de energia

A importância de fazer a gestão de energia elétrica da sua empresa

O que é gestão de energia elétrica e como fazer com eficiência?

Encontrar estratégias para reduzir os custos operacionais é uma tarefa constante em empresas. Nesse sentido, uma gestão de energia elétrica eficaz pode fazer toda a diferença na ponta do lápis e a economia gerada pode ser realocada para outras demandas financeiras do negócio. 

Ou seja, pensar em eficiência energética é fundamental para otimizar quanto se gasta com essa demanda, pois é possível estruturar um plano para encontrar possíveis falhas no consumo e repensar como isso pode ser feito. 

A seguir vamos apresentar tudo o que você precisa saber a respeito da gestão de energia elétrica, mostraremos por que é importante monitorar o consumo de energia e, por fim, vamos explicar como fazer uma gestão verdadeiramente eficaz. Confira!

O que é gestão de energia elétrica

Gestão de energia elétrica são ações que têm como objetivo alcançar a eficiência energética por meio da mensuração do consumo. Com base em dados, é possível encontrar oportunidades para otimizar a demanda atualmente consumida e, assim, evitar o desperdício energético.

Além da redução de custos, outros dois principais objetivos da gestão de energia elétrica são a diminuição da emissão de gases do efeito estufa, como dióxido de carbono e metano, assim como a redução do risco de um consumo descontrolado acabar com a energia contratada pela empresa e parar a operação por tempo indeterminado — acarretando também na necessidade de realizar uma contratação emergencial, a qual tem um custo muito mais elevado.

Para impulsionar essa gestão e torná-la ainda mais eficiente, foi criada a ISO 50001. 

ISO 50001

ISO é a sigla para “International Organization for Standardization” e é uma federação a nível global que estabelece normas internacionais para diferentes produtos e serviços dos mais diversos segmentos.

No caso da ISO 50001, ela estabelece o Sistema de Gestão de Energia (SGE), o qual tem como objetivo otimizar o desempenho energético das empresas, englobando a eficiência energética e o consumo. 

Segundo informações da ABNT, “a ISO 50001 é apenas uma das muitas normas ISO que vão ajudar a garantir o acesso à energia acessível, confiável e moderna para todos até 2030”. Além disso, 95% dos usuários afirmaram que com a norma foi possível identificar atividades com maior consumo de energia.

Seu foco é tanto a redução das emissões de gases do efeito estufa quanto a economia gerada para as companhias por meio de uma gestão de energia elétrica eficaz. Com a norma, organizações de qualquer tipo podem traçar planos de ação para reduzir a demanda de energia e definir metas para que o objetivo seja atingido dentro de prazos estabelecidos. 

Além disso, a ISO 50001 segue um modelo de “sistema de gestão de melhoria contínua” e estabelece algumas exigências para as organizações, como o desenvolvimento de uma política para o uso adequado da energia, definir metas e objetivos para que tal política seja realizada, mensurar resultados, fazer análises com base em dados para tomar decisões mais assertivas, revisitar a política estabelecida sempre que necessário e trabalhar continuamente para otimizar a gestão de energia elétrica.

Para adquirir a norma, basta acessar o site da ABNT. Lembrando que ela não é obrigatória para nenhuma empresa.

Por que é importante monitorar o consumo de energia?

Dentre as principais vantagens de fazer a gestão da energia elétrica, estão:

  • Identificar oportunidades de otimização de recursos;
  • Entender com mais clareza quando ocorrem os picos de consumo;
  • Fazer análises comparativas das demandas energéticas;
  • Encontrar soluções para reduzir o consumo;
  • Aumento da economia para a empresa;
  • Redução da emissão de gases do efeito estufa no planeta.

A seguir explicaremos melhor a importância do monitoramento constante do consumo de energia para impulsionar a eficiência da empresa.

Ao analisar criteriosamente o consumo energético ao longo de determinados períodos, é possível identificar padrões e oportunidades de otimização. Por exemplo, ao verificar a existência de picos de consumo, uma ação importante a ser feita é checar quais equipamentos estavam sendo usados no momento e averiguar se não é válido substituí-los por outros mais eficientes. 

Porém, é importante lembrar que toda análise deve ser feita em comparação a um período anterior com condições similares de influências externas, principalmente em relação aos níveis de produção. O ideal é selecionar um período do ano vigente e compará-lo com o mesmo período do ano anterior, para citar uma opção. 

De qualquer forma, é fundamental analisar os dados continuamente para checar se as ações necessárias identificadas inicialmente continuam sendo realizadas em prol da eficiência energética. 

Não deixe que os colaboradores esqueçam da importância das ações e também preserve o hábito de fazer a manutenção recorrente de equipamentos para que o consumo não volte a aumentar.

E, claro, como já citamos anteriormente, fazer uma gestão eficiente da energia elétrica é um fator preponderante para reduzir a emissão de gases do efeito estufa que são tão prejudiciais para o planeta. Empresas que prezam pela sustentabilidade são cada vez mais bem vistas pelos consumidores, então dedique uma atenção especial a isso.

Como fazer uma gestão de energia elétrica eficaz

O primeiro passo é estruturar um planejamento com processos, metas e objetivos que devem ser atingidos por meio da gestão energética. Tal planejamento deve ser feito com base em dados obtidos a partir da mensuração da demanda atual, análise da infraestrutura da empresa e projeções sobre qual poderá ser a economia atingida caso as metas estabelecidas sejam alcançadas.

Lembre-se que a gestão energética deve ser um processo contínuo, não apenas uma ação pontual. Após identificar oportunidades de melhoria, é fundamental trabalhar de modo recorrente para que a empresa não volte a operar desperdiçando recursos e gastando mais dinheiro do que o necessário com isso. 

Em relação aos custos, caso nesse levantamento você se depare com um consumo muito alto e preços elevados, este também é o momento de considerar migrar para o Mercado Livre de Energia. 

Nele é possível escolher fornecedores de energia e não ficar mais atado aos preços das concessionárias tradicionais. Além disso, por ser um mercado com mais concorrência entre quem comercializa a energia, o valor da tarifa tende a ser mais baixo.

Aqui você confere um conteúdo completo sobre o que é e como funciona o Mercado Livre de Energia.

Caso você se interesse em fazer a migração, a Esfera Energia é uma empresa que realiza a consultoria completa para ajudar os clientes a migrarem para o Mercado Livre de Energia. Além disso, oferecemos soluções completas para empresas reduzirem até 35% dos custos com a conta de luz e alcançarem a eficiência energética. 

Para tornar esse processo ainda mais otimizado, também temos uma plataforma completa de comunicação e gestão, o hud, que permite acessar rapidamente todos os dados referentes à contratação e consumo da energia, bem como oferece insights sobre a performance energética, proporcionando assim uma gestão completa da energia da sua empresa.

Conheça o hud, plataforma da Esfera Energia para monitoramento de energia elétrica

Seguindo esses passos, é possível melhorar exponencialmente a gestão de energia elétrica do seu negócio e ainda contar com o suporte integral de uma consultoria especializada no assunto e que tem como foco os ganhos dos clientes.

Converse com um de nossos especialistas!

Saiba tudo sobre o Mercado Livre de Energia