Novidades do setor de energia

energia sustentavel

Entenda o que é energia sustentável e sua importância para o futuro do planeta


O conceito de energia sustentável nunca esteve tão em evidência como agora. E não é para menos, uma vez que as principais fontes energéticas mundiais, os combustíveis fósseis como petróleo, carvão mineral e gás natural, não vão durar para sempre e, após seu esgotamento, precisaremos continuar abastecendo lares e indústrias.

Para se ter uma ideia da importância do tema, a ONU o transformou em um dos seus Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. Está lá no número 7: garantir o acesso a fontes de energia viáveis, sustentáveis e modernas para todos.

energia sustentavel

Mas você sabe exatamente o que é energia sustentável? O que a diferencia das energias renováveis e qual a sua importância não só para o futuro energético, mas para a própria sobrevivência do planeta?

Para responder essas e outras perguntas sobre o assunto, preparamos um guia especial no qual você conhecerá os principais tipos de energia sustentável, seus benefícios e como ter acesso a eles no Mercado Livre de Energia. Boa leitura!

O que é energia sustentável?


O conceito de energia sustentável está intrinsecamente conectado ao de desenvolvimento sustentável. Em suma, é a energia capaz de suprir as necessidades da geração atual sem comprometer as necessidades das futuras gerações.

Detalhando ainda mais, é todo o tipo de energia que consegue manter um equilíbrio entre produção e consumo. Ela é gerada sem provocar grandes impactos ao meio ambiente e é consumida em quantidade e velocidade nas quais a natureza ou a ação humana conseguem repor.

O vídeo abaixo, do Media Lab Estadão, fala um pouco mais da importância de adotar práticas de sustentabilidade na geração de energia:

Com essa breve explicação, você deve estar imaginando que todas as fontes de energia renováveis são sustentáveis. Afinal de contas, se bem utilizadas, elas estarão sempre disponíveis.

O termo sustentável, porém, pode ser mais subjetivo do que imaginamos e variar de acordo com fatores além do tipo de fonte. Ficou confuso? Então vamos para o próximo tópico para saber a diferença entre energia sustentável e renovável.

Qual a diferença entre energia renovável e sustentável?

É muito comum pensar que todas as fontes de energia renováveis são sustentáveis, mas infelizmente, nem sempre isso é verdade. Para entender a diferença, vamos relembrar a definição de energia renovável.

Podemos chamar de renovável toda energia obtida de recursos naturais que nunca se esgotam, uma vez que são repostos pela própria natureza. Entre as principais fontes, podemos destacar a chuva, o sol, o vento e até mesmo as ondas e as marés.

energia sustentavel

Até os recursos renováveis podem se esgotar

No entanto, vale lembrar que mesmo as fontes renováveis podem se tornar insustentáveis. Se um recurso for usado em uma quantidade ou velocidade superior à sua capacidade de reposição, ele se esgotará.

E aí reside a diferença. Além de ser renovável, a energia sustentável precisa ser usada com cautela e consciência. É fundamental preservar o meio ambiente e se adaptar ao desenvolvimento econômico e social das comunidades ao redor.

Um exemplo prático de energia renovável vs energia sustentável

Basta pensar, por exemplo, na energia hidrelétrica, a principal fonte da matriz energética brasileira. Como ela é obtida por meio do potencial hidráulico de um rio, ela é considerada renovável.

Porém, a construção de uma usina hidrelétrica pode causar danos graves ao meio ambiente. Não apenas prejudicando a fauna, a flora e a população ribeirinha, mas muitas vezes ameaçando a própria sobrevivência do rio.

Por isso, para ser considerado sustentável, o uso da energia hidráulica deve ser realizado de uma maneira que evite que o rio perca seu volume. Essa tarefa envolve preservar os mananciais e o fluxo de água e também toda a mata ao seu redor.

Com as fontes não renováveis, como o petróleo, cada vez mais próximas do esgotamento, é urgente que energia e sustentabilidade caminhem de mãos dadas. Nas próximas linhas você entenderá porque as próximas gerações precisam que medidas nesse sentido comecem a ser adotadas imediatamente.

Qual a importância da energia sustentável?

Para compreender a importância da energia sustentável, nada melhor que listar os benefícios que seu uso proporciona para o futuro energético do planeta assim como para a sobrevivência de nossos filhos e netos. Entre eles, podemos destacar:

Solução contra o aquecimento global

Segundo a Organização Meteorológica Mundial, o acúmulo de dióxido de carbono na atmosfera bateu um novo recorde em 2020. A organização ressaltou ainda que somente quando as emissões geradas pela queima de combustíveis fósseis se aproximarem de zero será possível começar a reduzir a concentração desse gás na atmosfera.

energia sustentavel

Junto ao metano e ao óxido nitroso, o dióxido de carbono é um dos principais gases do efeito estufa responsáveis pelo aquecimento global. As consequências climáticas, como degelo, aumento do nível dos mares, desertificação e alteração do regime das chuvas, já estão sendo sentidas ao redor do mundo.

A solução não passa apenas por parar de usar combustíveis fósseis, mas também por encontrar soluções alternativas. E é exatamente aí que entra a energia sustentável.

O uso de fontes renováveis e limpas de energia desponta como a melhor resposta ao aquecimento global. Razão pela qual a ONU, governos, empresas e pesquisadores de todo o planeta estudam formas de torná-las mais baratas e acessíveis.

Melhora na saúde da população

Outra consequência do efeito estufa é o aumento da contaminação atmosférica. O exemplo mais concreto disso está no fato de as autoridades chinesas decretarem alertas ambientais com grande frequência por conta das nuvens de poluição que costumam “engolir” Pequim.

Não é preciso ser um grande especialista para saber que o uso de energia sustentável também se refletiria em uma melhora geral da saúde da população. Afinal de contas, a poluição causa uma série de efeitos negativos diretos no nosso organismo, como infecções das vias aéreas, doenças cardiovasculares e câncer de pulmão.

Não podemos esquecer ainda que os danos sofridos pela atmosfera aumentam a incidência dos raios solares sobre a pele. Para o Brasil, onde 30% dos tumores malignos atingem justamente a pele, a energia sustentável também se torna assim um assunto de saúde pública.

Diversificação da matriz energética

Os benefícios da energia sustentável não se resumem ao meio ambiente e à saúde. Seu uso também traz reflexos econômicos positivos por conta dos efeitos da diversificação da matriz energética.

Vamos pensar novamente no caso do Brasil. Quem fica de olho no comportamento das bandeiras tarifárias sabe que, quando a conta de luz aumenta muito, a causa normalmente está relacionada com a escassez de chuvas para encher os reservatórios.

Investindo em outras fontes sustentáveis, como eólica, solar e biomassa, o país reduziria consideravelmente a dependência da energia hídrica. O resultado seria que os custos de geração, distribuição e consumo diminuiriam e você sentiria o impacto na redução da conta de luz, mas não na qualidade do serviço.

Quais os tipos de energia sustentável?

Após saber o que é energia sustentável e quais são seus benefícios, é hora de conhecer suas principais fontes. Confira uma versão resumida no infográfico abaixo e, em seguida, uma explicação mais detalhada sobre cada uma delas e de seu uso no Brasil.

1. Energia hidrelétrica

O Brasil pode ser considerado uma referência mundial no uso de energia renovável e sustentável justamente por seu potencial hídrico. A participação de energia hidrelétrica na matriz energética brasileira chega a mais de 60% do total.

No entanto, como ressaltamos acima, para a energia hidrelétrica ser realmente renovável é fundamental gerá-la com sustentabilidade. Apenas o uso consciente tornará a água um recurso inesgotável e disponível para as próximas gerações.

Nesse sentido, vale lembrar o recente acordo entre Belo Monte e Ibama. Um termo de compromisso assinado no início de fevereiro obriga que a empresa operadora da usina aplique uma série de medidas de mitigação de impactos estabelecidas pelo órgão ambiental para seguir operando de acordo com seu cronograma.

2. Energia solar

Além de ser renovável e abastecida por uma fonte inesgotável, a energia solar traz as vantagens de não poluir o planeta, exigir pouca manutenção e ainda gerar uma economia considerável na conta de luz. Mesmo assim, ela ainda não é usada em larga escala no Brasil.

energia sustentavel

Para se ter uma ideia, o Brasil tinha até 2018 apenas 1 gigawatt em termos de capacidade instalada de geração fotovoltaica. A China, por sua vez, tem 130 gigawatts.

Um dos principais fatores que explicam esses números baixos é a falta de incentivo do governo. Apenas em 2013 a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) permitiu que as pessoas pudessem gerar sua própria energia e trocar o excedente por créditos na concessionária.

Além disso, existem poucas campanhas informativas sobre os benefícios da energia solar no Brasil. Isso faz com que muita gente se foque apenas em suas desvantagens, como o custo elevado da implementação.

3. Energia eólica

As vantagens da energia eólica são bem conhecidas: é limpa, sua fonte é um recurso inesgotável e diminui a dependência dos combustíveis fósseis. Por outro lado, os ventos são irregulares e os equipamentos para a construção de um parque eólico têm um custo expressivo.

Segundo dados da Aneel divulgados no primeiro semestre de 2020, as usinas eólicas representam cerca de 9% do total da capacidade instalada no Brasil. Isso significa que essa fonte de geração já é a terceira mais usada no país, atrás apenas das hidrelétricas e termelétricas.

A região que concentra a maior produção de energia eólica é o Nordeste. Em outubro de 2020, todo o país tinha 653 parques eólicos, com mais de 80% deles nesta região, principalmente porque as condições naturais são favoráveis para sua geração.

4. Energia de biomassa

Entre as matérias orgânicas queimadas para gerar biomassa, podemos destacar o bagaço da cana-de-açúcar, lenha, resíduos agrícolas e até mesmo excrementos de animais. Além da geração de energia elétrica e térmica, esse processo também permite a obtenção de produtos como:

  • Etanol
  • Carvão vegetal
  • Biodiesel
  • Biogás

Vale lembrar que o dióxido de carbono liberado na queima das matérias orgânicas é reaproveitado pela própria vegetação para realizar fotossíntese. Logo, esse tipo de energia pode ser considerada renovável e sustentável.

Atrás da hidrelétrica e da eólica, a biomassa aparece como a terceira maior fonte renovável da matriz energética brasileira, representando cerca de 9% do total. No país, o principal recurso aproveitado para sua geração é o bagaço da cana.

5. Energia geotérmica

Também conhecida como geotermal, a energia geotérmica é proveniente do calor do interior do planeta. Obtido através de rochas quentes, secas ou úmidas, e também do vapor, esse calor pode ser transportado para uma usina e transformado em eletricidade.

Apesar de ser uma das fontes renováveis menos custosas e mais confiáveis, a energia geotérmica ainda não decolou. Os principais obstáculos são as limitações geográficas e a falta de investimento em exploração de superfície e perfuração.

Embora não participe da matriz energética brasileira, a energia geotérmica cobre uma parcela significativa da demanda de eletricidade em países como Islândia, El Salvador, Nova Zelândia, Quênia e Filipinas. Além disso, é responsável por mais de 90% da demanda de aquecimento na Islândia.

6. Energia maremotriz

A energia maremotriz tem sido cada vez mais usada em países da Europa e da América do Norte. Mas, apesar de limpa e renovável, sua geração depende de sistemas similares ao das hidrelétricas, como a construção de barragens.

O problema é que essas barragens precisam ser construídas no litoral. Por conta dessa proximidade, algumas áreas podem acabar sendo inutilizadas para o banho de mar, o que pode acarretar impactos na economia local.

Levando em conta as saliências e reentrâncias, o Brasil tem 9200 quilômetros de litoral. Por isso, os pesquisadores se concentram agora em identificar os pontos de maior potencial para tornar o país pioneiro na América Latina na geração de eletricidade pelo movimento das marés.

7. Energia ondomotriz

Assim como no caso da maremotriz, o Brasil também apresenta um potencial interessante para a geração da energia ondomotriz. A diferença, no caso, é que já existe um projeto em solo nacional para transformar o movimento das ondas em eletricidade.

A Usina de Ondas do Pecém, no Ceará, foi construída em 2012 e se tornou o primeiro projeto do tipo na América Latina. As atividades chegaram a ser paralisadas em 2016, mas foram retomadas um ano depois.

A expectativa agora é que Pecém gere 100 quilowatts, o suficiente para abastecer até 60 famílias locais.

Desafios da energia sustentável

Como vimos, o potencial para o aproveitamento da energia sustentável no mundo, e em especial no Brasil, é gigantesco. Mas ainda existem obstáculos consideráveis que impedem que elas sejam usadas em larga escala e eles quase sempre estão relacionados com fatores econômicos.

Os investimentos iniciais na energia sustentável precisam ser volumosos e eles envolvem uma série de riscos. A performance da geração, por exemplo, depende de fatores climáticos e geográficos, que acabam incidindo na sazonalização dos contratos de compra e venda.

Para atrair mais investimentos em sustentabilidade na geração de energia, é preciso criar novos modelos de negócio e de gestão de riscos financeiros. Além disso, é fundamental apostar em campanhas de conscientização que mostrem a importância de todos fazerem sua parte.

Como migrar para o Mercado Livre?

Você mesmo pode participar fazendo sua empresa se juntar ao potencial de crescimento do Mercado Livre de Energia. Os consumidores livres podem escolher quais tipos de geração de energia contratar e optar por investir em fontes sustentáveis.

O ideal é que as empresas interessadas em fazer essa migração contem com uma consultoria especializada no Mercado Livre de Energia. O papel da Esfera Energia é justamente garantir que todos os procedimentos sejam feitos com eficiência, segurança e de acordo com as obrigações legais.

Quer melhorar a gestão de energia elétrica da sua empresa e ainda economizar até 35% na conta de luz? Entre em contato agora mesmo com um especialista da Esfera Energia!

Quer conhecer outras fontes de energia, além das opções renováveis? Faça o download do e-book “Tipos de Geração de Energia” e entenda como funcionam e o potencial de implementação de cada uma.

tipos_de_energia

Saiba tudo sobre o Mercado Livre de Energia