Novidades do setor de energia

energia-descentralizada

O que é a energia descentralizada? Entenda sua importância dentro do mercado

A energia descentralizada é a geração de energia elétrica produzida por fontes renováveis, cuja infraestrutura fica localizada em áreas que possuem condições climáticas que favorecem a instalação de usinas geradoras.

O termo ‘descentralizado’ define modo de produção independente, sustentável e local, o que permite uma autonomia do fornecimento principal de um país.

No Brasil, por exemplo, a energia hidráulica é a principal fonte de energia da matriz elétrica nacional. Porém, quando longos períodos de estiagem levam a uma crise hídrica, todo sistema entra em alerta.

Por isso, a energia descentralizada tem sido bastante incentivada não só em nosso país como no mundo todo.

Quer entender melhor sobre a importância da energia descentralizada, as vantagens e a conexão com a geração distribuída? Continue a leitura e entenda mais sobre esse cenário.

Energia descentralizada: o que é?

Energia descentralizada significa uma energia gerada por sistemas de energia limpa que utilizam fontes renováveis para produzir energia elétrica.

As principais fontes utilizadas são energia solar e energia eólica. As Centrais Geradoras Hidrelétricas (CGH) que são usinas de pequeno porte locais também entram no sistema de geração.

Com as discussões sobre transição energética em evidência nos últimos anos, a energia descentralizada vem ganhando mais relevância.

Em países como o Brasil, onde a demanda de energia elétrica é grande, buscar novas formas de produzir energia vem sendo cada vez mais fundamental.

Por isso, conhecer e investir localmente em novas possibilidades, ajuda a diminuir a dependência da energia centralizada, que no caso do Brasil está consolidado na energia hidráulica gerada pelas grandes hidrelétricas nacionais.

Qual é a importância da energia descentralizada?

O investimento em energia descentralizada é importante porque cria um sistema diversificado e garante mais independência para geração e produção de energia elétrica.

Assim como o Brasil, vários países possuem condições climáticas favoráveis para captar energia eólica e energia solar. Então, por que não aproveitar esse potencial para reestruturar a matriz elétrica?

Em território nacional, esse incentivo vem crescendo e batendo recordes de produção.

Segundo informações do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), em julho de 2021, 10 recordes de produção de energia vinda de fontes renováveis (entre eólica e solar) foram batidos no Nordeste do país.

Os 11 mil megawatts médios de energia eólica produzidos seriam capazes de abastecer 102% da região Nordeste durante 24 horas.

O diretor do Departamento de Informações e Estudos Energéticos do Ministério de Minas e Energia, André Osório, afirmou que “a participação das [fontes] renováveis na matriz elétrica deve continuar acima de 80% até 2030, chegando a cerca de 85% em 2050”.

Os principais investimentos previstos serão nos potenciais eólico, solar e de biomassa do país.

O que é a geração distribuída?

Agora que você já sabe sobre energia descentralizada e sua importância para a eficiência energética, vai ser mais fácil entender o conceito de geração distribuída.

A geração distribuída é o nome dado a energia elétrica que é produzida junto ou próximo a unidade consumidora dentro de uma rede de distribuição. Essa energia também vem de fontes renováveis.

Os micro e minigeradores conseguem abastecer condomínios, propriedades rurais, indústrias, etc.

Para construir os sistemas não é necessário obter uma concessão. As regulações governamentais para a geração distribuída tem um processo simples e sem grandes burocracias.

Um dos principais investimentos nessa área são nos painéis para captação de energia solar.

Na prática, a geração distribuída funciona como um sistema de compensação. Depois de descontar o seu consumo, o consumidor ganha um crédito na sua conta de energia pela quantidade de energia gerada e incluída na rede.

Assim, enquanto o saldo de geração for positivo, a unidade consumidora adquire um crédito em quilowatt-hora (kWh) para a próxima fatura que pode ser utilizado em até 60 meses.

É importante destacar que os consumidores-geradores não podem comercializar a energia que produzem. O uso deve ser feito na unidade correspondente.

Vantagens da energia descentralizada

vantagens-energia-descentralizada

Abaixo reunimos cinco vantagens principais da geração de energia descentralizada:

1. Independência energética

A energia descentralizada é uma iniciativa importante para criar independência energética das grandes centrais e dar mais força aos sistemas de geração dos países, o que ajuda a prevenir sobrecargas e racionamentos, por exemplo.

2. Redução no impacto ambiental

Essa é uma vantagem importante, pois as usinas que usam combustíveis fósseis para gerar energia elétrica como as termelétricas emitem muitos gases poluentes. Com a energia descentralizada, a energia do sol e dos ventos, por exemplo, é convertida sem gerar impactos no meio ambiente.

3. Linhas de transmissão estáveis

Como os sistemas de energia descentralizada são menores que os tradicionais, as linhas de transmissão são mais estáveis e fornecem energia de forma contínua, com chances menores de problemas como apagão ou falta de abastecimento.

4. Gastos com manutenção reduzidos

Depois de finalizada, a infraestrutura para a geração de energia descentralizada não exige manutenção constante e nem uma equipe fixa para essa função. Quando é necessário algum ajuste o acesso e o serviço também é mais rápido.

5. Custo de operação

A instalação de uma estrutura de energia solar ainda tem um investimento inicial alto. Porém, para o sistema funcionar, o custo operacional é baixo, já que depois de instalado não é preciso ter ninguém operando os equipamentos.

Quer usar energia renovável na sua casa ou comércio?

Se você for atendido pela Cemig em Minas Gerais pode economizar até 16% na conta de luz usando fontes de energia limpa.

A plataforma digital da Esfera conecta os clientes a uma rede de pequenos produtores de energia limpa que abastecem a rede da Cemig. Assim, você pode consumir e receber sua conta de luz com o desconto todo mês.

Como os produtores estão na mesma região dos clientes, o custo da energia é menor que o das fontes tradicionais, chegando a até 16% de economia.

Faça o cadastro para contratar energia Esfera e comece a economizar hoje mesmo!

Saiba tudo sobre o Mercado Livre de Energia